sexta-feira, 27 de maio de 2011

Renascer

Largar desse cais
Ir sem direção.
Seguir os ventos que clamam por mim.
Tecer minhas teias
Com minhas mãos.
Sugar das entranhas desse chão meu fim.
Digladiar com os dois de mim.
Ser o São Jorge de meu dragão.
Dividir meus segredos com a noite.
Minhas verdades com os céus.
Trilhar as estradas
Que não trilhei.
Romper as portas trancadas por mim.
E assim minhas mãos saberão de meus pés.
E assim renascer e assim renascer.

(Altay Velloso)

Nenhum comentário:

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Praia Grande , Big Beach. , SP, Brazil
Historiadora por profissão. Escritora por destino .Viajante no mundo por acaso. Fotógrafa amadora por paixão.